fbpx

Notícias

Confira as notícias que preparamos para você

Separação litigiosa: como fazer?

Como sabemos, nem sempre o fim do relacionamento é consensual, amparado na decisão de ambos os cônjuges, sem brigas e ressentimentos. A depender do motivo que levou ao desenlace matrimonial, as partes mal conseguem se falar, gerando uma situação bem conflituosa.

Por certo que a indicação de quem atua diariamente nessas causas é de que as partes optem pela forma consensual de dissolução do casamento, tendo em vista todas as variáveis que precisam ser consideradas em um processo litigioso.

No entanto, em algumas situações isso é completamente impossível, restando apenas a possibilidade de se socorrer do judiciário, optando pela modalidade litigiosa do divórcio.  Mas você sabe o que é o divórcio litigioso?

O que é o divórcio litigioso?

O divórcio litigioso é aquele em que as partes não se entendem e não concordam com o fim do relacionamento, sendo impossível chegar a um acordo sobre a questão. Nesse caso, não há saída, as partes precisam se socorrer do Poder Judiciário. Diferente da modalidade consensual judicial, aqui há um embate entre as partes, onde cada uma apresenta seus próprios argumentos e, ao final da instrução, o juiz sentencia.

É certo que, por ser um processo judicial, há uma série de fatores que influenciam, como as custas judiciais, a morosidade do poder judiciário e todas as demais questões burocráticas, algo que é bem mais brando no divórcio consensual. No entanto, a depender do caso concreto, o litígio pode ser a única solução para desfazer o matrimônio.

Contrate um advogado de sua confiança

O primeiro passo a ser seguido é realizar a contratação de um advogado, que será o responsável por representar os interesses do cônjuge em juízo.

É muito importante analisar com cuidado a contratação desse profissional. Isso porque é preciso muita confiança e transparência nessa relação. O advogado será a pessoa que falará em juízo, o que faz necessário que o profissional saiba todos os detalhes necessários da relação.

Essa situação não costuma ser confortável para as partes, por isso é tão relevante contar com um profissional de confiança e que tinha uma linha de trabalho com que o cliente compactue.

Prepare a documentação necessária

A burocracia para o divórcio litigioso custa desencorajar muitas pessoas, visto que nesse cenário cada parte apresentará o seu lado da história, utilizando tudo que for necessário para provar que a sua verdade é a real.

Isso faz com que seja necessário providenciar muitos documentos, além daqueles tidos como obrigatórios. A parte jurídica ficará por conta do profissional contratado, mas a documentação precisa ser fornecida pelo cliente.

Feito isso, é hora de o advogado agir e tomar todas as providências necessárias. A partir do ajuizamento da ação, os demais passos serão orientados pelo advogado contratado e dependerão do desenvolvimento do processo.