fbpx

Notícias

Confira as notícias que preparamos para você

Como contratar um advogado para fazer o divórcio?

Se preparar para um divórcio não é das tarefas mais interessantes de se fazer, tendo em vista a necessidade de se preparar para uma fase de possíveis conflitos e burocracias.

No entanto, essa fase não precisa ser complicada demais, com a escolha certa do profissional é possível aliviar um pouco a carga de responsabilidade gerada por esse processo de regularização da separação.

Escolher o profissional que irá tratar das questões legais do divórcio é uma tarefa muito importante, pois essa pessoa será a responsável por atender às suas necessidades e pleiteá-las em juízo, além de se comunicar diretamente com a parte contrária, ou o representante da parte contrária.

Mas afinal de contas, como escolher o melhor profissional?

Busque referências

A grande maioria das pessoas acaba escolhendo um advogado por indicação de algum amigo ou familiar. Nesse cenário, é importante analisar se a pessoa que está indicando o profissional teve contato com o seu trabalho ou é apenas um conhecido.

Pode parecer algo bobo, mas é preciso analisar com cuidado a forma como esse profissional irá atuar, buscando, sempre que possível, referências de outros clientes que contrataram os mesmos serviços, a fim de garantir uma boa prestação da assistência jurídica.

É possível ainda que o cliente busque informações diretamente no portal da OAB – Ordem dos Advogados do Brasil, entidade que representa os advogados no Brasil analisando a regularidade da inscrição desse advogado.

Analise se a linha de trabalho do profissional combina com sua visão

É preciso que haja confiança e afinidade entre advogado e cliente, visto que esse profissional será o responsável por defender os interesses do cliente em juízo.

Existe uma infinidade de formas de atuar na advocacia nos dias de hoje e profissionais para todos os gostos, alguns possuem uma abordagem mais amigável, com especialização em soluções consensuais, buscando sempre um acordo. Outros tantos preferem uma abordagem mais incisiva, se socorrendo diretamente do Poder Judiciário.

É preciso levar essas questões em consideração, analisar com cuidado quais são suas opções frente a situação e como desejará seguir com o processo. Se pretende evitar a fadiga de um processo judicial, por exemplo, é indicado buscar profissionais que priorizem soluções consensuais do conflito.

Busque informações sobre como esse profissional trabalha

Os escritórios digitais têm ganhado cada vez mais espaço no campo da advocacia, esses profissionais trabalham de forma remota e tem um estilo diferente de comunicação com o cliente.

No entanto, muitos advogados preferem ainda trabalhar com sedes físicas, com encontros recorrentes diretamente em seus escritórios.

É preciso levar essas questões em consideração, há quem prefira um contato mais direto, por mensagens de texto e telefone e dispensem reuniões físicas, outros tantos preferem a conversa cara a cara, tudo irá depender do perfil do cliente.

Com isso, a indicação é buscar profissionais que combinem mais com seu perfil, oferecendo um serviço que melhor atenda à sua necessidade.

Ainda, é preciso considerar se o advogado trabalha sozinho ou faz parte de um escritório estruturado. Isso tudo irá influenciar na forma como o trabalho será realizado, é possível contratar o serviço de um escritório que conta com alguns advogados, todos com autorização para atuar no processo, ou contratar um serviço personalizado, com atendimento exclusivo de um profissional.

Por fim, tudo irá depender do seu perfil como cliente e da forma como o advogado trabalha. O importante é que haja transparência e confiança entre as partes.